sábado , outubro 21 2017
A L Ô . D I Z :
Você está aqui: Capa / Animal Pensante / Posse da UNE reforça união dos movimentos sociais

Posse da UNE reforça união dos movimentos sociais

macaco

O ato foi marcado pela chegada de uma presidenta à entidade, Vic Barros

Mais de 60 entidades do movimento social brasileiro e estudantes de todo o país participaram, nesta quinta-feira, 1º de agosto, da posse das novas diretorias da União Nacional dos Estudantes (UNE). O ato foi marcado pela chegada de uma presidenta à entidade, Vic Barros na UNE o que demonstra a força feminina atualmente no movimento estudantil.

A posse aconteceu no auditório USP. A partir do grande apoio do Centro Acadêmico Visconde de Cairu, foi possível realizar o evento dentro da maior universidade do país, ocupando o espaço pela diversidade de jovens e ideias da luta estudantil.

uneO clima da posse foi de unidade e organização dos movimentos para enfrentar os desafios que estão colocados no período histórico por qual passa o país, após as grandes jornadas de lutas do mês de junho. Líderes como o coordenador nacional do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST), João Pedro Stédile, “Estamos vivendo momentos muito complexos da luta de classes do nosso país”, afirmou Stédile. Segundo ele, essas reformas “não virão do parlamento, apenas da luta social”. E completou: “Pode se estar abrindo um novo caminho, como o ocorreu na época da construção da constituinte. Nós temos que estar sempre juntos, disputando espaço com a direita nas ruas”.

Para a nova presidenta da UNE, as manifestações de junho escancaram os limites da política institucional. “O Brasil pode estar no limiar de uma nova fase de aprofundamento e ampliação da democracia, de elevação dos níveis de participação popular na vida política e na governança do País”, afirmou Vic Barros.

No entanto, ela questionou a solidez do sistema político nesse cenário, com a perpetuação do poder econômico para decidir eleições, gerar desigualdades e exclusões. “O fim do financiamento privado de empresas, nas campanhas políticas, contribuiria para inverter essa lógica e localizar o debate em torno de ideias e não campanhas publicitárias milionárias. Com a lista partidária e a liberdade da internet podemos nos aproximar de mandatos comprometidos com os interesses populares”, defendeu.

Veja o video da pose e reprotagem completa no site http://www.une.org.br

Fonte: UNE

Pag. 06 /Alô Estudantil, edição 65

Sobre Rhanny

Os comentários estão fechados.

Scroll To Top